20071224

6 reasons why I hate Xmas

1. Árvores de Natal.
Não há saída, a árvore de Natal é sempre um símbolo trágico da época. Chega o dia mundial da Árvore e planta-se um pinheiro. Para depois no Natal usar um machado no dito.
E nem me venham falar nas coisas de plástico que agora há por aí: se querem uma decoração foleira comprem antes um gnomo de jardim.

2. Festas de Natal.
Aquelas da empresa. Em que nos obrigam a fazer de / ter um "amigo-mistério". Em que nos obrigam a sorrir e a fingir alegria quando recebemos do tal "amigo-mistério" o último romance da Margarida Rebelo Pinto. "Tu gostas de ler, não é?"... Pois.

3. Músicas de Natal.
Coro Infantil de Santo Amaro de Oeiras, Mariah Carey, Wham. 'nough said.

4. Compras de Natal.
Não basta ser uma época em que TEM que se comprar presentes, em vez de simplesmente se ter VONTADE para o fazer. O pior é enfrentar as multidões das lojas com a promessa anual do "para o ano compro as coisas mais cedo".

5. Pratos de Natal.
Caras de bacalhau. Tipo... "caras" de bacalhau. O que raio é isso e porque é que só aparecem nesta época? O quê, vende-se o resto do bacalhau durante todo o ano e vão coleccionando as... caras? Vai o senhor da peixaria "Olha Maria, sobraram as caras deste outra vez, põe no congelador para o Natal"...

6. TV no Natal.
Sozinho em Casa foi a tortura anual durante anos a fio. Já para não falar em Natais do Hospital, do Circo, do Reformatório, do Lar da Terceira Idade e do Manicómio (também conhecido como especial Natal dos canais generalistas tugas, especificamente da TVI).

Sem comentários: